Tá falido? Saia da crise seja empreendedor de sucesso vendendo quentinhas


Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Como ser um empreendedor de sucesso vendendo quentinhas

Saia da crise seja empreendedor de sucesso vendendo quentinhas. A vida não esta fácil para ninguém, isso todo o mundo já sabe. O que falta você compreender que as vezes o caminho para se sair do sufoco. o caminho do sucesso pode tá muito próximo de seu alcance. -“A sua casa”

Imaginando que esteja falido sem dinheiro nem mesmo para pagar as contas. Como abrir um empreendimento de sucesso sem dinheiro? Contando com a sua casa como estabelecimento comercial e sua família para iniciar o negócio. Para isso você não vai precisar de nenhum tostão não é mesmo!

Saia da crise seja empreendedor de sucesso vendendo quentinhas

Saia da crise seja empreendedor de sucesso vendendo quentinhas

O importante deixar bem claro entre os participantes o que cada um vai fazer para começar o negócio, quem vai gerenciar,administrar ou até mesmo colaborar. Lembra que o mais importante para se começar a trabalhar com quentinhas é uma boa cozinheira.

Caso entre a família não tenha ninguém com aptidão culinária não é motivo para desanimar no mercado tem muitas cozinheiras precisando trabalhar e não vai ser difícil encontrar.

Divulgação é primordial, comece com boca boca entre seus vizinhos e amigos, panfletagem frequentes e as mídias sociais ajudam muito também.

Veja depoimentos de alguns empreendedores

— Era taxista, mas o transporte ficou difícil. Alimentação hoje está melhor. Trabalho com minha esposa e meu filho. Já tenho minha clientela, como os amigos taxistas. Por sempre comer na rua, já passei muito mal. Hoje, as pessoas vêm aqui porque sabem da qualidade.
É essa relação de confiança que atrai a aposentada Maria de Lourdes Borges. Ela compra sua quentinha na Banca da Val, no Catete, zona Sul do Rio:
— Compro porque tem qualidade e bom preço. Adoro comida caseira. Ela já me conhece e entrega até em casa. Além disso, vem tanta comida que consigo fazer duas refeições.
O consultor Antonio Cesar Carvalho, da Acomp Consultoria e professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), diz que alimentação tem demanda garantida e lembra que a quentinha tem o apelo do preço e de ser caseira:
— O aumento das quentinhas é natural. Como temos quase 14 milhões de desempregados, as pessoas estão empreendendo por necessidade e não por oportunidade. Do lado da demanda, as pessoas fazem conta, já que a quentinha tem a mesma quantidade de comida por um preço muito menor.
Após largar a vida de taxista, William Peixoto, de 30 anos, decidiu vender quentinha para pagar a faculdade de Direito. Há oito meses, sua mãe cozinha, e ele vai para as ruas do Centro do Rio. Hoje, comemora a venda de 60 a 70 marmitas por dia.

saia da crise seja empreendedor de sucesso vendendo quentinhas

— Também vou ao mercado buscar promoções. Começamos a temperar os alimentos sempre na noite anterior e acordamos de madrugada para fazer tudo. Assim, a comida está sempre fresca e quente. Hoje, ganho mais que na época em que era taxista.
Paulo Cesar da Silva, de 56 anos, também era taxista. E, assim como William, ganha hoje até duas vezes mais do que quando estava no volante:
— Fiquei no táxi por 23 anos. Mas, depois do Uber, ficou bem complicado. Então, minha esposa, que gosta de cozinhar, deu a ideia de vender quentinhas. Estou há sete meses nessa atividade. A quentinha custa R$ 12 e vem com guaraná natural.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado.

log in

reset password

Back to
log in