Financiamento: adquira o carro dos seus sonhos com a melhor forma do mercado


Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Na hora de escolher um veículo para chamar de seu, o ideal é se preocupar somente com isto. Porém, as muitas formas de financiamento costuma confundir o consumidor.

Com o passar dos meses, é bem comum que se conclua ter feito um mal negócio. Por isto, é muito importante analisar as opções disponíveis na hora de financiar carro, moto e demais automotores.

Independentemente de serem zero quilômetro ou usados, diversas empresas se encarregam de realizar este sonho. Contudo, sempre interessadas em embutir uma bela comissão e juros em cada parcela.

Antes de se dirigir à uma concessionária ou “garagem” de carros, gaste um tempo pesquisando sobre o que pretende fazer. Além de escolher o bem que atende as suas expectativas e finalidades.

Saiba como fazer um financiamento justo sem dor de cabeça

Há quem escolha dar uma pequena ou pomposa entrada e diminuir o tempo e valor do financiamento. Mas também existe quem não possui condições, porém deseja colocar um automóvel na garagem.

Publicidade
Publicidade

O processo é mais simples do que parece ser e se explicado de modo simples e direto, fica mais fácil tomar esta grande decisão.

Lembre-se de planejar suas finanças antecipadamente. Pagar as prestações na data, garante a não incidência de juros e mora.

Acesse e leia também: Cartão de crédito para negativados: Sem consulta ao SPC

Ao atrasar algumas parcelas, ocorre o que muitos chamam de “bola de neve”. Isto porque a dívida se multiplica rapidamente e fica mais complicado colocá-la em dia.

Confira as formas de financiar e veja a que mais se encaixa aos seus planos

Na hora de escolher um veículo para chamar de seu, o ideal é se preocupar somente com isto. Porém, as muitas formas de financiamento costuma confundir o consumidor.
Foto: Loja Carros

 

CDC:

Sigla de “Crédito Direto ao Consumidor”, nada mais é do que realizar um empréstimo no banco. Os documentos ficam no nome do comprador, porém o bem não pode ser negociado sem antes haver a quitação.

O contato pode ser diretamente com o banco, sem precisar do intermédio da concessionária. As taxas são negociáveis e permanecem sem alterações até a conclusão do contrato.

Outra facilidade é pagar adiantado e receber descontos, pois há o abatimento dos juros.

Leasing:

Uma forma fácil de entender é considerar que a empresa que financiou o veículo está alugando o mesmo ao interessado. Enquanto não for realizado todos os pagamentos, o carro é de propriedade da instituição financeira.

Ao término das prestações, a transferência do bem é concluída sem ressalvas. Por vezes, algumas vendedoras de automotores fazem a intermediação.

Normalmente é a mais escolhida por quem deseja comprar com taxas menores e sem a incidência do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

Além de exigir uma cópia do contrato, caso haja dúvidas sobre cláusulas confusas, procure um advogado ou esclareça-as com seu gerente.

Acesse e saiba mais: Cartão de Crédito Nacional Caixa: Renda mínima de apenas R$500,00

Consórcio:

Esta é uma excelente opção para os que possuem pouco dinheiro e muita vontade de ter um veículo. A contratação pode ser feita em diversos locais na maioria das cidades.

Trata-se de um programa, onde os interessados aderem e pagam as prestações, porém não recebem o produto de imediato. A entrega só acontece caso seja contemplado (os sorteios são realizados 1 vez a cada mês) ou com a quitação das parcelas.

Outra opção é o participante oferecer um lance. O indivíduo que der a maior oferta, vence e pode usufruir do bem.

O ponto a se analisar é que diferentemente do CDC e do Leasing, as prestações podem aumentar ou diminuir dependendo da valorização ou desvalorização do veículo almejado.

Normalmente possuem valores mais baixos de parcelamento porque pode-se dividir o montante em até 84 vezes.

Financiamento Balão:

Com uma pequena entrada e prestações mais suaves do que o CDC, o diferencial é que a última parcela possui um alto valor. É daí que vem o nome, pois o balão possui uma pequena boca e vai expandindo até o topo.

Há pouco tempo disponível no país, os carros alvo deste financiamento são os de alto padrão. Como exemplo, temos Audi, BMW e Mercedes Benz.

Na prática, o cliente dá uma entrada de no máximo 50%, divide o restante em 24 a 36 meses e a parcela “balão” no final. O valor da última parcela parte de 30 a 50% do montante integral.

De início, este modelo parece loucura. Contudo, é bastante utilizado nos EUA pelo simples fato de que a parcela final seja paga com a venda do veículo.

É bem comum que o americano fique no máximo por 3 anos com o mesmo carro, realizando a troca após este período.

Assim, o cliente quita a dívida e inicia novamente o processo, comprando modelos mais novos e mais caros. O bem fica no nome do comprador, porém como acontece com o CDC, permanece em posse da instituição até que não haja mais prestações à pagar.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Publicidade

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado.

log in

reset password

Back to
log in